Responsabilidade Ambiental

Reciclagem de resíduo da construção civil contempla o tripé da sustentabilidade: gera economia, proteção ambiental e desenvolvimento social.                                                                                                                                                                                              

Já os entulhos provenientes de obras maiores são de responsabilidade dos geradores. A Resolução 307 do Conama também determina a elaboração de plano integrado de gerenciamento de resíduos (PIGRCC), de responsabilidade dos municípios, esses projetos de gerenciamento são elaborados e implementados pelos geradores e possui como objetivo estabelecer os procedimentos necessários para o manejo e destinação ambientalmente adequada dos resíduos.

A Usipar destaca as vantagens competitivas da reutilização como a preservação ambiental com a redução da extração de areias e pedreiras. “Além de propiciar o não acúmulo deste tipo de material, podemos reciclá-lo e dar a destinação adequada. Somos grandes geradores de lixo, pois a densidade demográfica cresce em progressão geométrica. Por isso precisamos dar atenção à preservação das matérias-primas, principalmente à água. Nesse boom da construção civil, em que cada esquina tem uma obra, se não construirmos alternativas, no futuro teremos problemas sérios”.

A Usipar é uma planta desenvolvida especificamente para o processamento de resíduos sólidos da construção. “A qualidade do agregado produzido pela planta é excelente”.